Tipos de Vinho: Características e Dicas - Menu Criativo

2 de setembro de 2015

Tipos de Vinho: Características e Dicas


Preparar uma receita gostosa, harmonizá-la com um bom vinho e  receber os amigos em casa. Uma delícia, né? Mas você sabe qual vinho escolher para cada receita? 
Antes de aprender sobre a harmonização do prato em si, é importante entender sobre as características de cada tipo de vinho para, no futuro, entender, como a harmonização funciona. 
 
Os principais tipos de vinhos são caracterizados pela sua coloração, pelo teor de açúcar, pela quantidade de gás carbônico e pela graduação alcoólica. Assim, podemos ter diversas combinações entre essas características, trazendo a enorme quantidade de tipos diferenciados e saborosos de vinho. 

Para um leigo, é comum saber que o vinho tinto costuma ser seco, uma vez que o excesso de açúcar não combina com o sabor encorpado, enquanto o vinho branco é o inverso. Entre os conhecedores de vinho, no entanto, a classificação mais usada é aquela que relaciona o vinho ao tipo de uva que o produziu. Algumas espécies, como a Vitis vinifera, a mais cultivada no mundo todo, tem mais de 5 mil variedades, estando entre as mais famosas a merlot e a cabernet, de origem francesa.

Outra maneira de classificar os tipos de vinho é pelo seu local de origem. Um critério muito comum na França para classificar os vinhos mais refinados. Assim, praticamente é feita uma certidão de nascimento do vinho, com a região de onde a uva provém, o distrito da vinícola, a comunidade que cultiva a uva e produz o vinho e a plantação que deu origem ao vinho em particular.

Quais os principais tipos de vinho? 

De uma maneira mais “simples”, podemos classificar os vinhos pela sua coloração:

Vinho tinto

 

O tinto é o vinho mais produzido no mundo e sua cor é proveniente dos pigmentos da casa das uvas escuras. O Brasil é um dos grandes produtores de vinho tinto, principalmente no Estado do Rio Grande do Sul, principal região de cultivo das uvas pretas.

Vinho branco

 

O vinho branco é preparado com o suco de uvas verdes, embora também possa ser produzido com a polpa das uvas pretas ou escuras. Neste último caso, não se utiliza a casa da fruta durante o processo de fabricação. O vinho tinto é o segundo mais produzido no Brasil

Vinho rose


O vinho rosé está entre o tinto e o branco, sendo obtido com uvas pretas que liberam pouca tinta. É o vinho para paladares mais refinados, podendo ser produzido a partir de vinhos tintos e brancos devidamente selecionados. No Brasil, esta é o terceiro tipo em quantidade de engarrafamento.

Como escolher o tipo de vinho?

Não se deve observar somente a cor do vinho. Outras características também são importantes, como podemos ver a seguir:

Teor de açúcar


O açúcar da uva é transformado em álcool por meio da fermentação e, de acordo com o tempo de sua fermentação, são classificados em suaves ou doces; meio doces ou meio secos e secos, dependendo da quantidade de açúcar.

Espuma


O gás carbônico é responsável pela produção de bolhas no vinho, depois de engarrafados. Entre os tipos de vinho, podemos escolher os espumantes, que possuem mais gás carbônico, os frisantes e os tranquilos, sendo estes os que não possuem qualquer quantidade de gás na garrafa.

Teor alcoólico


Por último, para escolhermos um bom tipo de vinho, devemos observar sua graduação alcoólica, podendo encontrar vinhos entre 8,5 e 14 graus de álcool. Os mais fortes são os vinhos de mesa, enquanto que os de menor graduação são os de sobremesa ou licorosos.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Gostou? Para receber receitas Grátis, deixe seu e-mail aqui:

Delivered by FeedBurner

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...