Salada no Pote - Dicas de como Montar - Menu Criativo

18/01/2019

Salada no Pote - Dicas de como Montar

Boa opção para quem não quer fugir da dieta – ou para os preguiçosos de plantão –, a salada no pote tem como objetivo substituir uma refeição mantendo o seu cardápio saudável.

Ela é literalmente o que o nome diz: uma salada que vem dentro de um pote de vidro e que tem tudo o que a salada tradicional já tem, só que com a praticidade de poder levá-la para qualquer lugar e não deixar a boa alimentação de lado.


É possível fazer porções para até três dias, mas antes de começar é interessante seguir algumas dicas básicas. Confira abaixo:

Como montar uma salada no pote?

Siga estes quatro passos e veja como é simples montar a sua.

1. Aposte no vidro
Prefira potes de vidro e que fechem bem. Os de plástico pode ser usados, contanto que sejam próprios para alimentos. Diferentemente de outras vasilhas, o vidro não possui bisfenol A, substância tóxica que pode aparecer com a variação de temperatura e causar problemas de saúde como a diabetes ou até câncer.

2. Acerte na escolha dos ingredientes
Não são todos os alimentos que aguentam o tranco de passar alguns dias na geladeira. É indicado evitar alimentos como batata palha, que amolece com rapidez.
Curte queijos? Esses aí também precisam de uma atenção especial. Eles azedam fácil, então é bom acrescentá-los apenas ao pote que irá ser consumido no dia. Já para os molhos, aposte no azeite e mostarda, porque eles não mudam sua propriedade mesmo depois de três dias refrigerados.
Escolha sempre uma proteína, e um tipo de carboidrato - além de muitas folhas, que ajudarão a manter a saciedade.

Castanhas, nozes e grão-de-bico são ótimas adições para as receitas e causam saciedade rapidamente. As oleaginosas desempenham esse papel graças às gorduras boas de suas composições.
O tomate traz um doce na preparação e é rico em antioxidantes, que combatem os radicais livres associados ao câncer e envelhecimento precoce da pele.
As folhas escuras, como rúcula, agrião e couve, também devem fazer parte da composição, por serem fontes de ferro, ácido fólico, magnésio e vitamina K.
A salada ideal é montada com 40% de vegetais, 30% de carboidratos, 20% de proteínas e 10% de gorduras boas.
Na hora de temperar a salada, vá de azeite, vinagre, iogurte, limão, ervas frescas ou secas. Os molhos industrializados, sal em excesso, queijos amarelos, bacon, embutidos, maionese e creme de leite devem ser evitados, uma vez que são ricos em sódio e gorduras ruins.

3. Capriche na montagem
Na hora de rechear seu pote vale dividi-lo em três partes. Comece a montagem pelo fundo, seguindo o passo a passo abaixo, que é super simples:
Reserve o fundo para o molho. Vale os já citados — azeite e mostarda –, além de iogurte.
No meio, entram os ingredientes mais pesados, como proteínas — frango é uma boa opção –, além de grãos e legumes.
Já o topo é reservado para as folhas (agrião, alface, rúcula). Evite que as folhas fiquem em contato com o molho para não murcharem.

4. Potencialize o sabor
A ideia é comer no recipiente, então não faça cerimônias na hora de chacoalhar o pote. É dessa forma que você consegue que o molho presente no fundo do pote tempere toda a salada. Mas atenção com a quantidade. Para que os alimentos se misturem, o pote não pode estar muito cheio. 
Procure deixar um dedo de folga entre a última folha e a boca do pote.

Adaptado de: Revista corpo a corpo e Ativo saúde

Nenhum comentário:

LinkWithin

Licença Creative Commons
Menu Criativo de Ana Paula Castelli está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

Menu Criativo® é uma marca registrada por Ana Paula Castelli sob nº processo 906768420 no INPI.