Menu Criativo

19/01/2018

Como Fazer uma Horta em Casa
19.1.180 Comentários
Você sabia que criando uma horta em casa economiza e tem a garantia de vegetais e temperos sempre fresquinhos? Para ajudar, a Basilar, marca de massas da M. Dia Branco focada no interior de São Paulo, dá dicas práticas para ter as plantinhas e de quebra elevar o astral da casa.
Primeiro você precisa definir o espaço para as plantas. O lugar da instalação da horta tem de ser de fácil acesso, que permita um bom aproveitamento da luz do sol.


Na hora de escolher os vegetais da horta é importante saber sua disponibilidade para a dedicação ao projeto, pois cada espécie precisa de um tipo de tratamento e possui um ciclo de crescimento próprio. Definir a espécie que possa se encaixar na sua rotina é essencial para o sucesso da horta.
Escolhidas as verduras e temperos é hora de dar atenção ao espaço que vai recebê-las. O solo é considerado um organismo vivo, que interage com a vegetação em todas as fases de seu ciclo de vida. Por isso o bom preparo antes do plantio é essencial.
Todos os materiais necessários como brita, pó de brita e composto orgânico podem ser encontrados em lojas especializadas em paisagismo.

Confira abaixo o passo a passo de três tipos hortas, criados pela ONG Eco Desenvolvimento:

Como fazer uma horta em espaços pequenos

Para montar uma horta em espaços pequenos, como apartamentos, prefira os vasos. Eles podem ser de qualquer tamanho, apenas assegure-se de só plantar espécies que irão se adaptar ali.

Passo a passo:

1. Escolha um vaso com furos;
2. Encha um terço do vaso com brita ou pó de brita, para a drenagem;
3. Coloque uma mistura de duas partes de terra, uma parte de composto orgânico e uma parte de húmus até a borda do vaso;
4. Espalhe um pouco de areia;
5. Plante as mudas;

Como fazer uma horta em espaços intermediários

Se você dispõe de um espaço um pouco maior, pode plantar as espécies diretamente na terra, em um canteiro. Você pode cultivar os mesmo alimentos indicados para os vasos, além de outros, que precisam de mais espaço.

Passo a passo:

1. Revolver o solo com enxada ou pá, deixando a terra bem solta e fofa;
2. Misturar o composto orgânico;
3. Deixar o canteiro 20 centímetros acima do nível do terreno;
4. A largura do canteiro deve ser de no máximo 1,20 m;
5. Marcar os espaçamentos (exemplo: os pés de alface devem ficar a dois palmos um do outro);
6. Posicionar as mudas de maneira intercalada, em forma de triângulo, para evitar a erosão;
7. Misturar as sementes com areia e espalhar com a mão sobre o canteiro de maneira mais uniforme possível;
8. Regar pelo menos uma vez ao dia. Em regiões quentes, duas vezes ao dia até as mudas emergirem. Regar nas horas frescas, de preferência pela manhã.

Como fazer uma horta em espaços grandes

Se você possui uma área maior pode fazer uma horta mais estruturada e com maior variedade de alimentos. Essas dão mais trabalho, mas certamente você será compensado.

Passo a passo:

1. Monte a sua horta orgânica em uma área sem muito movimento. Se você tiver animais, coloque uma cerca de bambu, madeira ou outro material para que eles não entrem. Escolha um lugar que receba muito sol. Se você mora em uma região seca, é preciso ter uma fonte de água próxima.
2. Limpe a área que será plantada. Você precisa tirar as ervas, o capim, as plantas velhas e as pedras. Aproveite esses resíduos naturais para produzir seu próprio adubo natural.
3. Are a terra quando tiver limpado o terreno. Use enxada ou arado para remover bem. A terra deve estar úmida para ser arada.
4. Coloque o composto orgânico na terra para que ela seja mais fértil e as frutas, verduras e legumes cresçam facilmente. Espalhe uma camada de 4 cm de adubo e misture bem com a terra da superfície.
5. Para plantar, faça um desenho da sua horta. Informe-se sobre como cresce cada fruta, verdura e legume que você pretende plantar, como eles devem ser agrupados e qual é a distância necessária entre eles para um bom crescimento.
6. Faça sulcos a cada 30 cm, que atravessem a horta inteira. Isso organizará suas frutas e verduras e permitirá que você se desloque sem problemas pela plantação. Coloque tijolos, pedras ou madeiras dentro desses sulcos para poder andar sem pisar nas plantas.
7. Siga as instruções das embalagens das sementes. Informe-se sobre o crescimento e agrupe-as de acordo com as informações que você obteve ou as indicações de um especialista.
8. Proteja a sua horta contra pragas e insetos. Remova as ervas-daninhas que crescerem entre as plantas, já que elas absorvem a água que a sua horta precisa para crescer.

Dicas:

· Se o seu terreno é muito argiloso, acrescente areia junto com o adubo, para ele ficar mais permeável à água.
· A irrigação é fundamental para um bom crescimento. O sistema por gotejamento é o ideal.
· Você pode colocar palha nos sulcos para evitar o crescimento de ervas-daninhas.
· Os tempos de crescimento de cada verdura, cada fruta e cada legume são diferentes, assim como as estações do ano em que cada um deve ser plantado. Informe-se bem a respeito e confira a tabela abaixo para saber quando plantar cada muda.

·
Leia Mais

18/01/2018

Torrada de Queijo e Alho
18.1.180 Comentários
Não sei aí na casa de vocês, mas por aqui sempre tem alguma sobra de pão. E nessas horas quase sempre faço pudim de pão (salgado ou doce) mas como já estava meio cansada dessas receitas, resolvi fazer umas torradas bem saborosas para comer antes de um jantar, bebericando um vinho (ou cerveja, para quem preferir). 
Simples, rápida, reaproveitando sobras de pão e deliciosa:

torrada alho

Torrada de Queijo e Alho

Pão amanhecido cortado em fatias 

Pasta de queijo e alho: (para cada pão amanhecido, use as quantidades abaixo)
1 colher de sopa de manteiga
1 colher de sopa de maionese
1/2 xícara de queijo parmesão
2 dentes de alho amassados (pode usar só 1 se você preferir, eu gosto com bastante alho)
orégano (ou outra erva que você goste) a gosto 

Misture os ingredientes da pasta, passe em cada fatia de pão e leve ao forno até dourar. 
Leia Mais

17/01/2018

Lula ao Molho Pesto
17.1.180 Comentários
Lula não é um dos meus frutos do mar favoritos, eu sempre acho que as receitas não tem muito sabor, então eu gosto de servir lula com algum molho de sabor forte. Neste caso, optei pelo meu preferido: pesto.
Amo o gosto do manjericão, acho que combina muito bem com frutos do mar, deixando o prato super aromático e fresco.
O segredo para a lula não ficar borrachuda é o tempo de cozimento, então fique de olho nas dicas:

lula pesto

Lula ao Pesto
(Rende 2 porções - Tempo de Preparo: 15 minutos)

500g lula cortada em anéis
2 colheres de sopa de Azeite
2 dentes de alho amassados
sal e pimenta a gosto

Para o Molho Pesto:
100 ml azeite
1/3 xícara de nozes (ou outro tipo de castanha)
1/2 xícara de parmesão
1 xícara cheia de manjericão fresco
sal e pimenta a gosto

Comece fazendo o molho: Bata todos os ingredientes no liquidificador ou em um mini processador.
Refogue a lula: Frite o alho no azeite até começar a dourar, adicione as lulas, tempere com um pouco de pimenta do reino e sal. Conte 3 minutos refogando a lula e então desligue o fogo. (Somente 3 minutos mesmo, ou a lula vai ficar borrachuda)
Misture o molho ao pesto nas lulas e sirva! Se quiser, decore com folhas de manjericão e coloque limão à parte para ser espremido.
Leia Mais

16/01/2018

Pão com Linhaça e Chia na MFP
16.1.180 Comentários
Desde que ganhei minha máquina de fazer pão da Mondial a mais de 1 ano, tenho feito receitas de pães pelo menos a cada 15 dias.
É tão prático, tão mais saboroso e mais saudável também. Você pode fazer seu próprio pão sem adição de aditivos e ainda adicionar bons ingredientes para dar mais sabor ou nutrientes.
Adicionar na receita farinha de linhaça e semente de chia é um exemplo de como podemo aumentar os nutrientes e fibras na receita de um pão simples. 
Veja só a receita:


Pão com Linhaça e Chia
(Rende 1 pão de 450g a 500g - Tempo de Preparo: 3 horas)

2/3 de xícara de água (160ml) 
1 colher de sopa de manteiga (ou azeite)
1 colher de chá de sal
1 colher de sopa de açúcar (eu uso sempre o açúcar mascavo, mas você pode usar o refinado ou cristal)
2 xícaras de farinha de trigo
1 colher de chá de fermento biológico seco
1 colher de sopa de farinha de linhaça
1 colher de sopa de semente de chia. 

Coloque os ingredientes (menos a linhaça e a chia) na ordem descrita dentro do recipiente da máquina de fazer pão.
Escolha o ciclo "sanduíche", tamanho 450 ou 600g e cor clara ou média.
Deixe a máquina fazer todo o trabalho. Em um dado momento, após o primeiro crescimento da massa, a máquina vai apitar. Quando apitar, você adiciona a farinha de linhaça e a chia e deixa a máquina terminar o processo.

Saiba mais sobre a minha Máquina de fazer Pão assistindo o vídeo "Máquina de Fazer Pão | Vale a pena?"
Leia Mais

15/01/2018

Dicas de Lanches para a Merenda das Crianças
15.1.180 Comentários
As férias estão acabando, começa a preocupação com o material escolar e junto a isso, é uma boa oportunidade para repensar a qualidade do lanche das crianças nas escolas. 
Alimentos geralmente vendidos nas cantinas, como: biscoitos salgados ou doces, refrigerantes, sucos de caixinha, salgadinhos fritos ou até mesmo aqueles assados não são ideais para a alimentação diária do seu filho. 

lancheira

É preciso ter uma alimentação equilibrada, completa e variada. E os lanches preparados em casa são as melhores alternativas, pois são muito mais saudáveis. Para te ajudar nessa tarefa, selecionei algumas dicas de alimentação para você combinar alimentos e montar opções de lanches muito mais nutritivos: 

1 - Envolva as crianças no preparo 


Está comprovado: quando crianças conhecem os alimentos e participam do preparo das refeições, elas se alimentam de maneira mais saudável. A criança, mesmo pequena, pode ajudar no preparo de algumas refeições ou receitas específicas, principalmente nas etapas iniciais que não envolvam contato com objeto cortante ou fogo. 
Você também pode deixar as refeições divertidas, abusar das cores das frutas misturando-as, ou cortar em formatos diferentes para deixá-las mais atraentes aos olhos dos pequenos. 


2 - Lanche completo e com alimentos de grupos variados 


Carboidratos: são importantes para fornecer energia. Pães, bolos e biscoitos feitos com farinha integral, pipoca, aveia, granola e frutas garantem carboidratos e fibras na merenda dos pequenos; 

Gorduras: além de fornecer energia, as gorduras participam da maturação do sistema nervoso e ajudam a absorver vitaminas. Abacate, castanhas, queijos, atum e óleos vegetais como o de coco e o azeite também devem aparecer no lanche das crianças; 

Proteínas: são importantes para o crescimento. As carnes são fontes de proteínas e além delas, os ovos, leite e laticínios, aveia, amendoim, castanhas e milho de pipoca também são boas fontes de proteína e agradam o paladar da criançada; 

Vitaminas, minerais e fibras: As frutas, principalmente, garantem que os nutrientes fundamentais para o aprendizado e outras inúmeras funções do organismo, estejam presentes na lancheira. 

3 - O que não deve conter na lancheira 


Salgadinhos fritos, biscoitos salgados, biscoitos recheados, sucos de caixinha e refrigerantes não são nada recomendáveis pois a quantidade de calorias, gorduras, açúcar e sal que estes alimentos podem conter é grande. Por exemplo, um pacote de batatinhas de 60g e uma caixinha de 200ml de suco de laranja juntos contém cerca de 442 kcal. 
Isso chega a ser ¼ da quantidade de calorias que uma criança de 4 a 6 anos deve ingerir em um dia todo. Problemas de saúde de adultos, já atingem as crianças: além da pressão alta, a obesidade infantil é um problema grave e está relacionada a excessos no consumo de sal e gorduras.


4 - Prefira água ao suco 


Incentive o consumo de água, pois a hidratação é importante para crianças. Se optar pelo suco, faça o natural, mais diluído assim como um refresco e não adoce. Os sucos de caixinha possuem grande quantidade de açúcar, o que é bastante prejudicial. 
Para se ter ideia, uma única caixinha de suco já contém toda a quantidade de açúcar ou mais que seu filho deveria consumir em um dia inteiro. 
Os sucos naturais possuem frutose, que é o açúcar da própria fruta, que, apesar de natural, seu consumo em excesso pode não ser saudável para crianças. Ao fazer o suco, muitas vezes utilizamos mais do que uma porção de fruta e tiramos a fibra (que está no bagaço da laranja, na casca da maçã, por exemplo). Sempre que puder, prefira o consumo da própria fruta no lugar do suco. 

5 - Combine alimentos 


Os alimentos têm características próprias e podemos combiná-los da melhor forma. Confira algumas opções nutritivas e melhore a qualidade do lanche das para o lanche das crianças:

Lancheira 1: Pipoca doce (feita em casa) com amendoim + tangerina + água
Lancheira 2: Bolo integral de cenoura + maçã + água
Lancheira 3: Tapioca com queijo + uva + água
Lancheira 4: Iogurte caseiro + compota de maçã + aveia
Lancheira 5: Sanduíche de pão integral e atum + rodela de abacaxi + água

Fonte: Proteste
Leia Mais

12/01/2018

Como Conservar Ervas, Condimentos e Especiarias
12.1.180 Comentários
Todos sabem do meu amor às ervas, especiarias e condimentos. A maioria desses itens que uso, eu compro seco, à granel e guardo em potes com identificação. Adoro ter vários tipos e fazer misturas entre eles.
Mas é importante que esses ingredientes estejam bem conservados para darem todo seu aroma e sabor aos pratos, então é importante seguir algumas dicas:

tempero

Como conservar

O ideal é conversar seus temperos em frascos bem secos, em temperatura ambiente, em local fresco e escuro. (alguns ingredientes podem sofrer oxidação ou perda de coloração se exposto à luz) 
É comum ver prateleiras de temperos acima do fogão da cozinha, mas o calor afeta a qualidade dos produtos, então este não é o melhor lugar. Prefira uma gaveta ou armário fechado.

Eu gosto de comprá-los a granel em pouca quantidade, coloco pequenas porções em frascos pequenos identificados com o nome e a data de validade para facilidade de uso e, em seguida, armazeno o resto em sacos individuais (coloco a embalagem original com a data de validade dentro de um outro saco). Pressiono bem para sair a maior parte do ar e fecho.

Certifique-se de mantê-los secos, então não use colheres úmida para pegar seus temperos dentro dos potes e não coloque o pote perto do vapor das panelas. Também não use a mesma colher para pegar temperos diferentes para não contaminá-los com sabores diferentes.

Ao usar, teste o frescor

Olhe para a cor, ainda é rico e vibrante? Apesar dos temperos secos serem um pouco menos vibrantes que os frescos, ao ficar velho eles ficam bem desbotado e com aparência bem estranha. 

No caso das ervas, esmague ou esfregue-as entre os dedos. O cheiro é forte como deveria ser? Se o cheiro estiver muito fraco, provavelmente sua erva esteja velha ou ficou em um frasco mal fechado e com isso perdeu seu aroma. 
No caso dos condimentos e especiarias, eles estão soltos ou formaram um bolo duro? Se houver umidade ou o recipiente onde estiverem guardados for mal fechado eles formarão pedras duras que não são adequadas ao uso.

Aproveite muito todo esse mundo de sabores e aromas que os temperos tem a oferecer!
Leia Mais

11/01/2018

Tendência: Cor Pastel (Candy Colors)
11.1.180 Comentários
Já a algum tempo as cores pastéis invadiram a decoração. Para quem não conhece, o tom pastel (ou candy color) são tons bem clarinhos, parecem cores lavadas e dão um ar delicado ao ambiente.
Os tons pastéis mais usados são o rosa, azul amarelo, verde e lilás. E essas cores também invadiram as cozinhas, deixando-as mais delicadas e femininas. Dá só uma olhada:

Foto: Karina Hirata

As cores pastéis podem estar presentes em pequenos objetos e utensílios ou até mesmo na cozinha toda. Hoje em dia está fácil achar objetos com essas cores em lojas populares.

Foto: Casa Abril
O importante é ter criatividade para deixar tudo bem bonito. Usar cores claras é uma forma de iluminar o ambiente sem pesar e combina muito bem com o branco, dando um ar calmo e puro.

Leia Mais

LinkWithin

Licença Creative Commons
Menu Criativo de Ana Paula Castelli está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

Menu Criativo® é uma marca registrada por Ana Paula Castelli sob nº processo 906768420 no INPI.