Menu Criativo

12/09/2019

Vídeo: 6 Dicas para suas Receitas Darem Certo
12.9.190 Comentários
Olá pessoal! Saiu mais um vídeo bem bacana para vocês. 
Você costuma fazer receitas de revistas/livros/sites e elas parecem nunca dar certo? Costuma achar que as receitas que você faz nunca ficam iguais às dos blogs?
Será que você está fazendo tudo certo?
Confira uma lista de 6 dicas para seguir e diminuir as chances das suas receitas darem errado:


Leia Mais

10/09/2019

Creme de Couve-Flor
10.9.190 Comentários
Leve, simples e saboroso. É assim que posso definir este caldo de couve flor. Não há caldo mais simples de se fazer. Aqui em casa adoramos uma sopa e um caldo/creme, então sempre tento variar nos sabores para não enjoar. 
Como este creme é super leve, você consegue adicionar muitas coisas e ainda assim ficar saboroso. 
Você pode fazer a receita básica e adicionar frango desfiado, ou pedaços de queijo branco, pode ainda colocar macarrão ou pedacinhos de carne bem apimentada!
Eu servi com pequenos croutons.

receita caldo couve flor

Sopa Creme de Couve-Flor
(Rende de 1,5 a 2 litro - Tempo de Preparo: 15 minutos)

2 colheres de sopa de azeite
1 cebola pequena cortada em cubos
1 pedaço de 5cmx 5cm pimentão (usei vermelho)
2 dentes de alho amassados
300g de couve flor picada
1,5l de água
2 caldos de legumes (ou sal e pimenta a gosto)

como fazer caldo couve-flor

Comece refogando a cebola, o pimentão e o alho no azeite por cerca de 2 minutos em fogo baixo.

creme caldo sopa couve flor

Depois acrescente a couve flor (crua), os caldos de legumes e a água. Aumente o fogo para o máximo e espere ferver. Quando ferver, coloque o fogo no mínimo e deixe ferver por 5 minutos. 
Verifique se a couve flor está bem macia. Se ainda não estiver, deixe mais 3 minutos fervendo. 

couve-flor

Depois de cozida, bata tudo no liquidificador. Se ficar muito grosso, acrescente mais água até ficar da consistência que desejar (eu costumo deixar um creme não muito aguado). Volte tudo para a panela, deixe ferver por mais 2 minutos em fogo baixo. 
Prove, acerte o sal e a pimenta e sirva.
Leia Mais

18/06/2019

Brigadeiro de Abóbora com Coco
18.6.19 3 Comentários
Viram que estou no clima de festa junina, né? Acho que por estar longe do Brasil, essas festas que eu gosto tanto deixam um gostinho de saudade...
Essa é mais uma receita diferente e deliciosa:

festa junina

Brigadeiro de Abóbora com Coco

(Rende cerca de 20 brigadeiros - Tempo de Preparo: 1 hora)

1 lata 395g de leite condensado
1 colher (sopa) de manteiga
2 colheres (sopa) de coco ralado seco
100g de abóbora cozida e esmagada (pode usar a que preferir, mas eu gosto da cabotiá por ficar com a cor mais bonita)
Coco Ralado para decorar

Cozinhe a abóbora sem casca até ficar bem macia. Amasse bem, até virar uma pasta uniforme.
Em uma panela média, coloque o leite condensado, a manteiga, o coco ralado, o purê de abóbora e leve ao fogo médio, mexendo sempre até que a massa desgrude do fundo da panela e atinja ponto de brigadeiro.
Então espere esfriar, com as mãos untadas com manteiga, faça bolinhas e passe pelo coco ralado. 
Leia Mais

13/06/2019

Vinho Quente
13.6.190 Comentários
Uma opção para os dias frios e as festas juninas/julinas é o vinho quente! Para quem acha o quentão muito forte, essa é uma ótima opção.

vinho quente

Vinho Quente

(Rende 1 litro - Tempo de Preparo: 20 minutos)

1 litro de vinho tinto seco
1/2 colher (chá) de cravos
1 pau de canela de 5 cm
1/2 laranja em rodelas
1/2 maçã em cubos
4 colheres (sopa) de açúcar

Coloque todos os ingredientes em uma panela tipo caldeirão e leve ao fogo até levantar fervura. Abaixe o fogo e cozinhe em fogo baixo por 15 minutos. Sirva quente.
Dicas: Sirva em seguida, e se necessário vá fazendo mais, pois com o passar do tempo a bebida amarga.
Leia Mais

11/06/2019

Chá de Amendoim
11.6.190 Comentários
A primeira vez que provei esse "chá" foi em uma festa junina em 2017 e adorei! Eu não sei exatamente porque se chama chá, mas o importante é que é uma delicia e combina muito com festa junina e frio!

Chá de Amendoim

(Rende cerca de 1,5 litros - Tempo de Preparo: 15 minutos)

1 litro de leite
1 pitada de canela em pó
1 caixinha de leite condensado (395g)
200 g de amendoim torrado sem sal
250 ml de água

Coloque o amendoim no liquidificador e triture-o na função pulsar. Separe metade do amendoim triturado. 
A outra metade, bata novamente no liquidificador com a água até ficar homogêneo.
Em uma panela grande coloque o leite,  a canela e o leite condensado e leve ao fogo.
A partir de agora, mexa o tempo todo para não derramar e nem grudar no fundo da panela.
Deixe o leite ferver por 3 minutos, então misture o amendoim triturado e o que foi batido com água e deixe ferver por mais 5 minutos. 
Sirva bem quente.
Leia Mais

06/06/2019

Bolo de Amendoim de Liquidificador
6.6.190 Comentários
Festas juninas e julinas chegando (eu amo! e amo quermesse também) acho que um bolo de amendoim combina muito com com o "arraiá" então, dá uma olhada nessa receita:

Bolo de Amendoim

(Rende 1 bolo grande - Tempo de Preparo: 1 hora)

3 ovos inteiros
2 xícaras (chá) de açúcar
1 xícara (chá) de leite
1/2 xícara (chá) de óleo
3 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó
1 xícara (chá) de amendoim torrado, moído, sem pele e sem sal

No liquidificador, coloque os ovos, o açúcar, o óleo, o leite e 1 xícara de farinha e bata por cerca de 3 minutos até obter uma massa lisa. Despeje a massa em uma tigela e misture, aos poucos, o restante da farinha peneirada. Incorpore o fermento e, por último, misture o amendoim.
Coloque a massa em uma forma grande untada e enfarinhada. Leve ao forno médio pré-aquecido por cerca de 40 minutos ou até que o bolo fique corado.
Leia Mais

04/06/2019

Aprenda como Congelar Legumes já Cozidos
4.6.19 2 Comentários
Cozinhar e congelar legumes e verduras antecipadamente facilita muito o dia a dia, além de contribuir para uma alimentação mais saudável e balanceada. Por isso, preparamos um passo a passo fácil. Aprenda:

Existe jeito certo de congelar legumes?

Para que os legumes cozidos possam durar meses no refrigerador e, quando descongelados ainda ficarem frescos, é preciso cozinhá-los da forma correta.
A técnica de branqueamento, que consiste em pré cozer os legumes para inativar as enzimas responsáveis pela deterioração dos alimentos. Depois, os legumes são colocados em uma bacia com água e gelo para que o processo de cozedura seja interrompido imediatamente, deste modo eles permanecem com textura natural mesmo após congelados e descongelados. 
Existem dois métodos para cozinhar os alimentos na técnica de branqueamento:
Água fervente, com a panela destampada
Vapor, com auxílio de uma vaporeira e panela tampada

Passo a passo para cozinhar e congelar legumes

Como exemplo, serão utilizados os seguintes legumes: abóbora-cabotiá, abobrinha, berinjela, brócolis, cenoura, chuchu, repolho e vagem.
Eles podem ser congelados por até seis meses.

1. Higienização

Já que os legumes serão cozidos em alta temperatura, não é necessário higienizá-los com água sanitária, mas é apenas lavá-los bem em água corrente para que insetos ou terra que possam estar grudados sejam retirados.
No caso do brócolis, o ideal é colocá-lo de molho em água com vinagre (uma colher de sopa da solução a cada litro de água) por dez minutos para retirar possíveis insetos que possam estar entre as flores. Após o processo, é só enxaguar em água corrente. 
Depois de lavar todos os legumes, é hora de cortá-los preferencialmente em pedaços pequenos para facilitar o cozimento. A exceção fica por conta da abóbora-cabotiá – que deve ser partida apenas pela metade.

2. Cozimento

Para começar, leve uma panela com água ao fogo e deixe ferver. Então, escolha qual método prefere usar no processo de cozimento (vapor ou imersão na água). 
Confira o tempo de cozimento de cada um dos legumes para que sejam mantidas as texturas naturais quando descongelados:
Abóbora-cabotiá: ainda com casca, deve ser fervida na água por cerca de 8 minutos. Assim, ela fica fácil de cortar.
Abobrinha: 3 minutos na água fervente e dois minutos no vapor.
Berinjela: 4 minutos na água fervente e 3 minutos no vapor.
Brócolis: 4 minutos na água fervente e 3 minutos no vapor.
Cenoura: 4 minutos na água fervente e 3 minutos no vapor.
Chuchu: 4 minutos na água fervente e 3 minutos no vapor.
Repolho: 3 minutos na água fervente e 2 minutos no vapor.
Vagem: 3 minutos na água fervente e 2 minutos no vapor.

3. Branqueamento

Nessa etapa, é necessário encher uma bacia grande com água e bastante gelo. 
Conforme os legumes alcançarem o tempo de cozimento, transferi-los para a água gelada, de modo a provocar choque térmico que interromperá o cozimento. 
A mesma bacia pode ser utilizada para todos os legumes, desde que seja acrescido mais gelo conforme o calor for perdido.
Depois que cada um dos legumes passar pelo processo de branqueamento, os mesmos devem ser transferidos para panos de prato limpos para que possam escorrer e secar bem. 

4. Congelamento

Quanto mais seco o legume estiver, mais tempo vai durar no congelador, por isso é tão importante secar bem.
A recomendação é que cada pessoa consuma uma xícara de chá de legumes por refeição. Dessa forma, é possível congelá-los na medida certa, facilitando o preparo no dia a dia. 

5. Armazenamento

O armazenamento pode ser feito em: 
Potes de vidro esterilizados
Refratários de plástico esterilizados e próprios para freezer
Sacos plásticos esterilizados e próprios para freezer
As porções podem ser congeladas separadamente ou combinadas. Por exemplo, é possível mesclar:
Repolho + abobrinha + vagem
Berinjela + chuchu + abóbora
Repolho + chuchu + abóbora
Brócolis + abobrinha + repolho
Abóbora + chuchu
Berinjela + chuchu
Abobrinha + repolho
Repolho + vagem
Brócolis + cenoura
Cenoura + abobrinha

Para facilitar o consumo, escreva na embalagem, com uma caneta permanente, o que está congelado e a data de validade.

Dicas

Depois de picada, a berinjela deve ser mantida de molho em água até o momento de cozimento para diminuir o sabor amargo e não escurecer.
Todos os legumes podem ser cozidos na mesma água, sendo desnecessário trocá-la.
Deve-se secar bem o brócolis e a berinjela, pois ambos absorvem muito líquido.
No caso do repolho-roxo, é necessário tomar cuidado com os panos de prato, pois ele possui corante natural que pode manchar tecidos.

Como descongelar?

Na hora de consumir, apenas retire os legumes do freezer e transfira-os para uma panela quente ou leve-os ao forno com um fio de óleo e o tempero que desejar, apenas para dourar e aquecer.

Adaptado de Ativo Saúde
Leia Mais

LinkWithin

Licença Creative Commons
Menu Criativo de Ana Paula Castelli está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

Menu Criativo® é uma marca registrada por Ana Paula Castelli sob nº processo 906768420 no INPI.