Menu Criativo

26 de maio de 2017

5 Drinks para o Inverno

E esse friozinho que chegou mesmo, hein? Todo inverno eu gosto de tomar conhaque com licor de cacau. É gostoso, doce e esquenta! 
Se você já viu o post de Chocolate Quente, temos várias opções de bebidas ótimas para o frio e além do vinho, sempre bem vindo nos dias mais frios (tá, nos dias de calor também, rsrs!) eu trago mais opções para vocês bebericarem nesse inverno:


Conhaque com Licor de Cacau


30ml de conhaque
30ml de licor de cacau

É só misturar as bebidas e servir. Bem simples assim.

Café com Conhaque e Menta


50ml de café (aquele café que você gosta de beber todo dia)
20ml de licor de menta
10ml de conhaque

Misture os ingredientes e sirva. Se quiser, pode colocar chantilly por cima!

Chá com Whisky


100ml de chá preto ou chá mate quente
20ml de whisky
açúcar a gosto

Misture o chá com o whisky e adoce a gosto.

Amarula Turbinada


50ml de amarula
10ml de licor de cacau
canela para polvilhar

Misture as bebidas e polvilhe canela antes de servir.

Tudo Junto e Misturado


30ml de conhaque
20ml de whisky
10ml de licor de laranja

Misture tudo e sirva, mas cuidado! Esse drink bem é forte.

24 de maio de 2017

Tipos de Panela

Nesse nosso mundo hi-tech, já perceberam que até as panelas estão mais modernas e com materiais mais tecnológicos? Hoje em dia são tantas opções que ficamos até perdidos para escolher.
Eu mesma demorei muito para decidir pelas minhas panelas de cerâmica (que demoraram, mas chegaram!) pois eram tantas opções que fiquei confusa até me decidir por elas.


Mas cada tipo de panela tem um propósito diferente. Quer mais agilidade? Mais segurança? Saiba que cada jogo de panela pode te proporcionar exatamente o que deseja, por isso fiz esse guia para te ajudar a decidir qual panela é a ideal para você:

Tipos de Panela

Panelas de Alumínio



O tipo mais comum, as panelas de alumínio são leves, resistentes e práticas. Ideais para fazer doces, frituras e refogados, são boas mesmo quando submetidas a altas temperaturas. 
O único problema das panelas de alumínio são os resíduos que elas podem desprender, deixando assim seus alimentos contaminados. 

Panelas de Inox



Tem alta durabilidade e excelente qualidade, as panelas de aço inox são ótimas para várias preparações na cozinha, incluindo aquelas que precisam ser cozidas por muito tempo. 
Não são ideais para frituras, pois esquentam muito rápido e podem queimar os alimentos quando imersos em óleo.
Este tipo de panela requer cuidados na hora de lavar, pois elas tendem a escurecer se não forem bem secas.

Panelas Antiaderente

Este tipo de panela recebe um revestimento de antiaderentes, o que evita que os alimentos grudem. Ela é ótima para qualquer tipo de preparo, mas precisa de alguns cuidados, como a lavagem com esponjas macias e o uso de utensílios de plastico ou silicone, para evitar riscos e danos.

Panelas de Cerâmica


Duráveis, seguras e muito práticas, as panelas de cerâmica são ótimas para receitas do dia a dia, mas são excelentes quando o assunto é o cozimento lento. Elas seguram bem o calor, aquecem rapidamente e não há riscos de contaminação, já que são feitas de material natural. 
A limpeza é feita de maneira simples e prática, mas deve-se tomar cuidado com choques térmicos e batidas, que podem trincar ou até quebrar as panelas.

Panelas de Barro


As panelas de barro são lindas, duráveis e excelentes para manter o alimento quente por mais tempo, mesmo fora do fogo.
São pesadas e é preciso tomar muito cuidado com elas, pois elas não resistem a quedas ou batidas e precisam ser limpas com muita atenção, para eliminar todos os resíduos de alimentos e evitar contaminação.

Panelas de Ferro


As panelas de ferro são indicadas para receitas que exigem um cozimento bem lento. É mais difícil queimar um alimento, pois mesmo aquecendo bastante, o calor é conduzido uniformemente e lentamente. 

Passam fragmentos de ferro para os alimentos, o que ajuda a combater doenças como anemia. Devem ser secas imediatamente após a lavagem, pois correm o risco de enferrujar. Pesadas, são muito procuradas para decoração, mas valem o investimento, já que são ótimas ajudantes na cozinha.

Panelas de Vidro

Quem viveu nos anos 90 deve se lembrar da febre das panelas de vidro. Minha mãe tem um jogo com mais de 20 anos. Ideais para as receitas do dia a dia, as panelas de vidro são ótimas condutoras de calor, aquecem rapidamente e são muito versáteis. Fáceis de limpar, não pegam gosto ou cheiro e são ótimas para acompanhar o cozimento dos alimentos com mais facilidade. 
Apesar da fama de frágeis, elas são bem resistentes quando os cuidados certos são tomado, evitando choques térmicos e batidas.

Panelas de Cobre


Com durabilidade excepcional, as panelas de cobre duram gerações. O material é ótimo, pois conduz o calor rapidamente e de forma uniforme, o que facilita o cozimento e agiliza o preparo dos alimentos. 
A conservação deve ser feita diariamente, pois as panelas de cobre precisam de polimento constante. Mesmo assim valem muito a pena, apesar do preço mais alto e do peso.

Panelas de Titânio


Modernas, revolucionárias e caras, as panelas de titânio são ótimas quando o assunto é grelhar, refogar ou fritar, pois possuem uma tecnologia exclusiva e um material utilizado no setor industrial, que é bem caro. 
As panelas de titânio não grudam, são versáteis e muito fáceis de manter e lavar. O único cuidado é não usar utensílios de alumínio ou ferro, que podem riscar a superfície da panela.

22 de maio de 2017

Dicas de Empratamento

Comemos primeiro com os olhos... Quem nunca ouviu isso? E é verdade! Sempre que vamos a um restaurante e o prato chega, nossos olhos chegam a brilhar com a beleza do prato, até ficamos com mais fome! 
E porque em casa não pode ser igual? Eu adoro servir um prato bonito, apetitoso... Até mesmo o meu prato eu faço bem bonitinho, arrumado. 
É uma forma de carinho e de valorizar seu trabalho e sua comida. 


O prato é a moldura da apresentação. Há muitos tamanhos, formas, cores e padrões disponíveis no mercado. A comida não deve ocupar o prato todo, deve ficar dentro das bordas do prato e o ideal é ocupar 2/3 do prato. A porção deve parecer suficiente e não diminuta. 
A maioria dos chefs usam pratos brancos sólidos para mostrar melhor a comida. 
Outra opção é usar um prato de cor totalmente oposta à comida, como um prato azul marinho para um caldo de abóbora.


Sempre considere a cor dos itens (proteína-acompanhamentos) como uma parte importante do empratamento. Por exemplo, o peixe branco com um molho de creme, servido com batata cozida e couve-flor no vapor podem ter um sabor muito bom, no entanto, ele parece muito monótono, pálido e simples. Devemos tentar sempre ter uma variedade de cores no prato. 
Tente sempre variar com verduras e outros vegetais coloridos, como cenoura, pimentão e beterraba. 


Quando empratamos, devemos decidir sobre um ponto focal. Isto não tem necessariamente de ser o centro do prato. Se for tirar foto, este ponto principal deve sempre ser o foco principal da foto.
Outra coisa a decidir é o principal item no prato - normalmente é a proteína – e deve ter destaque na apresentação.
Ao receber um prato, a pessoa deve conseguir identificar todos os principais ingredientes, então pode-se arrumá-los para isso.

Estou ainda aprendendo sobre empratamento e fotos de comida, mas já estou adorando!

Gostou? Para receber receitas Grátis, deixe seu e-mail aqui:

Delivered by FeedBurner

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...